Por Toronto | As 5 coisas mais chatas

28 de setembro de 2017



Cheguei há duas semanas ao Canadá e visito pela sexta vez a maravilhosa cidade de Toronto, embora desta vez não pense em despedir-me tão cedo. 

Ainda que no geral seja uma cidade fantástica, há coisas a que tenho mais dificuldade em habituar-me, mesmo não sendo a primeira vez que me confronto com isto. Se quiserem saber quais as coisas que menos me agradam na cidade, continuem a ler a publicação que eu tenho uma listinha bem pronta para vocês!


TRANSPORTES PÚBLICOS 

Andar de transportes na cidade é um inferno, ainda que a rede em si funcione muito bem, os preços sejam razoáveis e o tempo de espera mínimo. 

Pagar no momento em que se entra no transporte? Só com o dinheiro contado. Estar à pressa e ainda ter de parar numa loja de conveniência para comprar um token não é agradável. 




Andar de metro? Claro, mas não há rede. Isto no geral até é bom para mim, porque mesmo sem rede consigo distrair-me e perder uma paragem ou sair na paragem errada; mas fazer uma viagem de meia hora no metro quando a minha música está no Spotify dependendo de dados, fo*eu! (Tudo bem que posso fazer download para ouvir offline, mas não há paciência!)





IMPOSTOS PAGOS À PARTE
Fazer compras pode ser um horror, especialmente quando queremos algo e o dinheiro na carteira está meio contado para a coisa. 

Enquanto que em Portugal é ilegal não incluir o IVA nos preços marcados, aqui só sabemos o preço exacto no momento do pagamento. É tudo x plus tax, uma confusão!


UMA CIDADE GIGANTE

Tive a sorte de encontrar um quarto bem acessível perto da baixa - até consigo ver um bocado da CN Tower pela minha janela, mas andar nesta cidade é um pesadelo (até para uma pessoa que não se importa muito de andar a pé!)




Ir àquele bar super cachucho? Sim, só se for de transportes porque a pé são 40 minutos. Ir à Sephora? Está bem, uma hora ou mais. E é tudo assim. Tenho muita coisa perto, não fosse uma das maiores cidades da América do Norte, mas passar de uma vila minúscula em Portugal onde tudo está a dois minutos a pé para uma cidade desta dimensão não é fácil! 


TEM ID?

Se me perguntarem quantas vezes me pediram o bilhete de identidade em Portugal para pedir uma bebida ou comprar tabaco, eu diria com toda a certeza: nunca! Aqui, é em todo o lado e a toda a hora.


FUMAR NAS ESPLANADAS? NEVER

Por aqui só se pode fumar na rua - na RUA - ou na varanda de casa. Beber um café e fumar um cigarro enquanto se aproveita o sol numa esplanada? Nope. Aliás, as esplanadas são delimitadas por vedações para que não haja margem de erro. Quer fumar, fuma do lado de fora da cerca. 

Funciona da mesma maneira com bebidas. É proibido beber fora das vedações e, na maior parte das vezes, só se pode mesmo beber dentro dos estabelecimentos. Não há cá bairro alto ou oura/baixa de albufeira em que pegamos na bebida e corremos a zona a la pata. 




Apesar de tudo, a cidade é bonita e também tem coisas muito boas - acreditem que a lista será maior quando vos falar do que Toronto tem de melhor. 




Por enquanto, ficamos por aqui. Já alguma vez cá vieram? Pensam vir? Já agora, tinham conhecimento de algumas das coisas que mencionei acima? 


1 comentário

  1. Essa parte dos impostos é mesmo estranha e muito mais confusa na hora de fazer compras!

    Novo post: http://abpmartinsdreamwithme.blogspot.pt/2017/09/minimalist-decor.html

    Beijinhos ♥

    ResponderEliminar

Latest Instagrams

© KUNZITE. Design by FCD.